sexta-feira, 22 de agosto de 2014

 
                                                   Síntese da entrevista



A professora entrevistada leciona em uma escola pública de uma cidade carente, a escola é carente de verbas e os alunos são carentes de leitura e educação em geral. A realidade é bem diferente do que pensamos a escola e os professores buscam várias formas para criar um método de ensino que o aluno consiga aprender, porque o interesse e as dificuldades apresentadas, muitas vezes, não permitem que o aluno consiga compreender a explicação. Na visão dessa professora, está faltando muita coisa, o dinheiro é essencial para construir recursos que melhorem o aprendizado, mas o interesse dos pais e dos alunos também deve ser melhorado.

Perguntei se uma escola nova, pintada, com quadra esportiva e outros atrativos ajudariam a fazer com que os alunos se interessassem mais pelas aulas e ela respondeu: no inicio sim, eles viriam às aulas todos os dias, mas logo o entusiasmo acabaria e tudo voltaria ao normal, por isso, é fundamental a colaboração dos pais nesse processo de aprendizado. Então, eu penso, se a sociedade em geral não mudar o pensamento que a responsabilidade é somente do professor (a) será difícil ter um ensino de qualidade.
 
 

 


 
 
 


 


 
 
 




quarta-feira, 20 de agosto de 2014

 
Cotidiano Escolar
 
Existe um sistema por trás de todo o processo escolar. A sociedade culpa friamente a escola pelos deslizes vergonhosos que nossas crianças passam, mas, na minha visão não é apenas a escola responsável pelo aprendizado do aluno, os pais também devem participar, devem dar sequencia do ensinamento em casa e, isso, infelizmente, com a classe menos favorecida não acontece.
Muitas vezes o aluno pobre vai para escola no intuito de se alimentar, logo, essa criança não chegou apta à aprendizagem, porque não estava alimentada. O aluno também passa por certas grosserias em casa e isso o desestimula durante as aulas assim, todo o enredo escolar prejudica o educando.
A questão piora ainda mais, quando o professor não está bem preparado, não tem uma boa formação e não consegue analisar a situação da  forma mais humana,  criando assim uma empecilho entre o aluno e conteúdo, dificultando que a criança consiga absorver a explicação. A criança começa a ser excluída e criticada por não conseguir acompanhar os colegas e o professor, essa situação é humilhante e deve ser corrigida, afinal a escola é para todos e todos devem usufruir dela.